Jéssica Azevedo

Em frente ao espelho, ventilador ligado, os cabelos esvoaçantes, me olho e me afogo em pensamentos como se a imagem refletida defronte a mim fosse de dentro do meu coração e outrora de minha memória. São sonhos, mas também realidade, é presente e pretérito, é hoje e amanhã. Tudo isso movido pelo sopro do vento e iluminado pelo colorido do arco Iris. È um turbilhão de pequenices que faz dos simples e reduzidos momentos as melhores lembranças. E para quem acha que isso é viver de passado, eu digo: Não vivo de pretérito algum, eu vivo do que me faz bem e que estampa em meu rosto aquele sorriso mais puro, o olhar mais inocente e a saudade mais prazerosa.

Marcadores: | edit post
Reações: 
2 Responses
  1. Tracy Ellen Says:

    a saudade é a certeza de que o que vivemos foi a melhor coisa da nova vida!


  2. Realmente Tracy Ellen, nada melhor do que aquele pequeno grande sentimento que nos faz querer voltar ao tempo e reviver tudo aquilo que marcou nossa vida!